Ajude o blog á crescer,no momento temos esse número de visitantes:

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

...



Um mês,
    eu ainda choro. Eu ainda sofro. Minha alma está pesada. Meu coração partido. Você está vivo!

Três meses,
  sinto sua presença, ainda forte. Sinto você dentro de mim, no meu coração. Eu sofro tanto, choro tanto.

Cinco meses,
  pesadelos! Você sempre está neles. Antes, costumavam ser sonhos, com você. Agora são pesadelos... Com você!

Sete meses,
  ainda tenho muitas lágrimas, só que agora elas têm um intervalo de tempo maior. Mas quando vejo algo, que me lembre de você... Elas veem em tona.

Um ano,
 lágrimas? Acho que acabaram. Meu corpo não ás produzem mais. Mas o meu quarto é meu escudo, minha prisão, meu tudo. Sem você, não tem mundo.

Um ano e meio,
 as pessoas reclamam. Elas dizem que sou dramática. Dizem que estou exagerando. Mas elas não entendem.

Não importa o tempo que passe seu amor sempre estará vivo dentro de mim. Por mais que eu esqueça por um tempo, no fundo eu sempre vou me lembrar de você. Você prometeu me amar até que a morte nos separasse. E você cumpriu sua promessa. Eu também prometi, e vou cumprir.
Eu te amo.
Descanse em paz!
- Letícia Pontes



3 comentários:

Leticia Karen disse...

Que lindo *-*

Letícia disse...

:D , só pra constar a maioria desses textos não são baseados em coisas que vivi! KK

Leticia Karen disse...

Mas sao mt lindos, vc escreve muito bem :)