Ajude o blog á crescer,no momento temos esse número de visitantes:

sábado, 28 de julho de 2012

Saias de Renda




sexta-feira, 27 de julho de 2012


O problema é sempre confiar demais em algumas pessoas, e sempre buscar carinho, afeto, amor, em pessoas erradas, pessoas que não dão a mínima.

Falar sem aspas, amar sem interrogações,
sonhar com reticência,viver e ponto final!

 
Não estou feliz.Nem infeliz.
Aliáis, que merda de mundo!


Algumas atitudes, simplesmente não tem mais volta!

Saia também é fashion


Não é só porque sou evangélica,mas eu simplesmente amo saia, como nunca acho em comprimento clássico,mando fazer.
Quero fazer essa primeira,não é linda?

quinta-feira, 26 de julho de 2012

23.239






Vou surpreender que acha que sou incapaz!

A vida sem amigos, não é uma vida!


segunda-feira, 23 de julho de 2012

23.090


Eu, que sempre quis desfilar com a minha alegria para provar ao mundo que eu era feliz, só quero me esconder de tudo ao seu lado. Eu limpei minhas mensagens, eu deletei meus emails, eu matei meus recados, eu estrangulei minhas esperas, eu arregacei as minhas mangas e deixei morrer quem estava embaixo delas. Eu risquei de vez as opções do meu caderninho, eu espremi a água escura do meu coração e ele se inchou de ar limpo, como uma esponja, pra que eu pudesse te encaixar dentro dele.

É uma alma só!


“Eu só queria te fazer bem igual você me faz, eu só queria que você sentisse minha falta igual eu sinto, eu só queria que você se importasse comigo igual eu me importo. Entende?”


Só não fujo pra Nárnia, porque a bagunça do meu guarda-roupa tampa a entrada.


“Que dê certo.
Que dê certo.
Que dê certo.
Que dê certo.
Que dê certo.
Por favor, só dessa vez.”



“Se for verdadeiro vai acontecer, independente de tempo e distância.”

Preciso dizer alguma coisa?

E quando eu lembro alguns momentos, meu mundo some.E eu fico viajando no pensamento.


Se eu um dia quiser ser uma princesa,basta eu fechar os olhos e sonhar!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

22.940

Pior que é assim mesmo;


Feliz dia do Amigo, pra quem não é amigo só no dia 20 de Julho, mas que tá junto o ano inteiro, todos os anos. Feliz dia do Amigo pra você que não liga pra cor, classe social, opção sexual ou sexo do seu amigo, mas que o admira, valoriza e respeita acima de tudo.


“Um amigo me pediu pra cuidar da dor dele, então coloquei a minha no bolso e corri pra ajudar.”


“Teu sorriso eu vou deixar na estante, pra eu ter um dia melhor. Tua água eu vou buscar na fonte, teu passo eu já sei de cor. Sei nosso primeiro abraço, sei nossa primeira dor. Sei tua manhã mais bonita, nossa casinha de cobertor. (…) Sou teu gesto lindo. Sou teus pés, sou quem olha você dormindo.”
- O Teatro Mágico.


Só mais um café e então todas as lembranças me invadem. Deixo escorrer uma lágrima, uma saudade, o vento bom sem vaidade que passa pela janela aberta bate contra minha perna. Meus olhos olham para todos os lados, mas não enxergam nada, pra falar a verdade enxergam algo… Algo que nem se quer estar ali. Algo, alguém , alguma coisa, como é que eu te chamava mesmo? Ah, “Meu Milagre Pessoal”. Respiro com alívio, mas não alívio por ouvir sua voz me chamando no portão, mas por saber que você está bem, aí onde você está, volta logo quero te abraçar.
-Luiz A. Gomez.

terça-feira, 17 de julho de 2012

22.800

É incrível que com apenas um sorriso, sim um simples sorriso, você consegue tirar meus pés do chão e me faz voar…

“E quando você sorri o mundo todo para e olha por um instante, porque garota, você é incrível exatamente como é.”
-Bruno Mars.

Confiante e independente.Não preciso de homem para ser feliz!
Não vai não...Fica mais um pouquinho...



É esse seu jeito frio, que me mata,acaba comigo.


Ele me conquistou pelo cavalherismo,o romantismo,e a simplicidade.
Te procurei para pedir perdão,você bateu a porta em minha cara nem quis me dar atenção.


Deixa,eu estou acostumada já.Sofrer,é comigo mesma.

E se eu disser que seu sorriso para mim é o mais perfeito


Tenho vergonha de já ter sido amiga de certas pessoas!!!


E eu achei que ia durar...


Me deixa sonhar vai...

segunda-feira, 16 de julho de 2012



Perdemos a confiança não foi?
Pedemos a amizade,perdemos a liberdade, perdemos a segurança...
Só não perdemos o amor e carinho um pelo outro.
Você está ai,com alguém,eu estou aqui,sem ninguém...
Você está sofrendo, eu estou sofrendo...
Porque temos que complicartanto?
Droga de orgulho!
Não é porque nos afastamos que a nossa amizade não existe mais.Pelo contrário, está cada vez mais fortalecida´.porque quando nos vemos,a saudade é grande, e quando vejo que ainda tem uma imensa confiança em mim,isso me deixa feliz.
Antes eu achava que eu era uma tonta por te considerar a melhor.Mas vejo que apesar de tudo [ e você sabe do quer estou falando] , você continua me considerando a sua melhor.
Sua amizade é essencial.Nada abalou,nada derrubou,nada afetou.
Sinto um imenso carinho por você.

Te amo amiga!

 

domingo, 15 de julho de 2012



Meu príncipe há de aparecer!

sábado, 14 de julho de 2012



A decepção as vezes me faz preferir a morte.
Letícia Pontes
Tenho certeza que meus sonhos são maiores e mais fortes do que as macumbas que você joga.
Tenho certeza que tudo que sonho,posso realizar.
Porque tudo que tenho,e que fiz, começou com um sonho!

Letícia Pontes

E que dure para sempre,porque estou cansada de sofrer com coisas passageiras.


O engraçado é que as pessoas tentam mudar o que realmente sou.E não gostam quando não mudo!

quinta-feira, 12 de julho de 2012



Sim, eu tenhoamigo homem!E eles são os melhores que alguém poderia ter.
Falam mal dos garotos que estão afim de mim.Falam mal das patricinha chatas que me detestam,e acima de tudo,me ouvem e dãoconselhos ,mesmo sendo conselhos muito piradões,são os melhores!
E eu os amos, sem malicia e sem desejo.Amo eles!
Letícia Pontes

Eu não vou permitir

   que vocês, durante uma única noite, manchem esse nome comportando-se como babuínos bobocas balbuciando em bando.


A vida é minha.Cala a boca e viva a sua!

terça-feira, 10 de julho de 2012



Pode até ser sonho, mas não significa que não possa ser realizado!

✖ O Conto dos Três Irmãos

Era uma vez três irmãos que estavam viajando por uma estrada deserta e tortuosa ao anoitecer. Depois de algum tempo, os irmãos chegaram a um rio fundo demais para vadear e perigoso demais para atravessar a nado. Os irmãos, porém, eram versados em magia, então simplesmente agitaram as mãos e fizeram aparecer uma ponte sobre as águas traiçoeiras. Já estavam na metade da travessia quando viram o caminho bloqueado por um vulto encapuzado.
E a Morte falou. Estava zangada por terem lhe roubado três vítimas, porque o normal era os viajantes se afogarem no rio. Mas a Morte foi assusta. Fingiu cumprimentar os três irmãos por sua magia, e disse que cada um ganhara um prêmio por ter sido inteligente o bastante para lhe escapar.

Então, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu a varinha mais poderosa que existisse: uma varinha que sempre vencesse os duelos para seu dono, uma varinha de um bruxo que derrotara a Morte! Ela atravessou a ponte e se dirigiu a um velusto sabugueiro na margem do rio, fabricou uma varinha de um galho de árvore e entregou-a ao irmão mais velho.

Então, o segundo irmão, que era um homem arrogante, resolveu humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de restituir a vida aos que ela levara. Então a Morte apanhou uma pedra da margem do rio e entregou-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra tinha o poder de ressuscitar os mortos.

Então, a Morte perguntou ao terceiro e mais moço dos irmãos o que queria. O mais moço era o mais humilde e também o mais sábio dos irmãos, e não confiou na Morte. Pediu, então, algo que lhe permitisse sair daquele lugar sem ser seguido por ela. E a Morte, de má vontade, lhe entregou a própria Capa da Invisibilidade.

Então, a Morte se afastou para um lado e deixou os três irmãos continuarem a viagem e foi o que eles fizeram, comentanto, assombrados, a aventura que tinham vivido e admirando os presentes da Morte.

No devido tempo, os irmãos se separaram, cada um tomou um destino diferente.

O primeiro irmão viajou uma semana ou mais e, ao chegar a uma aldeia distante, procurou um colega bruxo com quem tivera uma briga. Armado com a varinha de sabugueiro, a Varinha das Varinhas, ele não poderia deixar de vencer o duelo que se seguiu. Deixando o inimigo morto no chão, o irmão mais velho dirigiu-se a uma estalagem, onde se gabou, em altas vozes, da poderosa varinha que arrebatara da própria Morte, e de que a arma o tornava invencível.

Na mesma noite, outro bruxo aproximou-se sorrateiramente do irmão mais velho enquanto dormia em sua cama, embriagado pelo vinho. O ladrão levou a varinha e, para se garantir, cortou a garganta do irmão mais velho.

Assim, a Morte levou o primeiro irmão.

Entrementes, o segundo irmão viajou para a própria casa, onde vivia sozinho. Ali, tomou a pedra que tinha o poder de ressuscitar os mortos e virou-a três vezes na mão. Para sua surpresa e alegria, a figura de uma moça que tivera esperança de desposar antes de sua morte precoce surgiu instantaneamente diante dele.

Contudo, ela estava triste, como que separada dele por um véu. Embora tivesse retornado ao mundo dos mortais, seu lugar não era ali, e ela sofria. Diante disso, o segundo irmão, enlouquecido pelo desesperado desejo, matou-se para poder verdadeiramente se unir a ela.

Então, a morte levou o segundo irmão.

Embora a Morte procurasse o terceiro irmão durante muitos anos, jamais conseguiu encontrá-lo. Somente quando atingiu uma idade avançada foi que o irmão mais moço despiu a Capa da Invisibilidade e deu-a de presente ao filho. Acolheu, então, a Morte como uma velha amiga e acompanhou-a de bom grado, e,como iguais, partiram desta vida.

As vezes penso que não tenho uma outra metade...